Polícia iraquiana mata 37 terroristas do EI em Mossul

Mossul (Iraque), 20 jun (EFE).- Pelo menos 37 combatentes do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) morreram nesta terça-feira em um ataque das forças de elite da polícia iraquiana na entrada da zona da Al Farouq, no lado antigo de Mossul, informou o comandante da Polícia Federal, Raide Shaker Yaudat.

As unidades especiais da Polícia Federal avançaram na Cidade Velha e chegaram à entrada da zona de Al Farouq, onde aconteceram violentos enfrentamentos com o EI, indicou uma nota.

Yaudat assegurou que as forças policiais também destruíram sete carros-bombas e tomaram o controle da mesquita de Al-Huda e o edifício da Defesa Civil, com um apoio da aviação iraquiana e de drones da Polícia Federal.

No domingo passado, as forças conjuntas iraquianas lançaram a última fase da ofensiva contra os jihadistas que estão entrincheirados no casco antigo.

As forças governamentais conseguiram expulsar os combatentes do EI da parte oriental de Mossul em uma campanha que durou cerca de três meses, entre outubro de 2016 e janeiro de 2017, e desde fevereiro desenvolvem a ofensiva nos bairros ao oeste do rio Tigre.

O EI conquistou Mossul em junho de 2014 e desde esta cidade declarou o "califado islâmico" que impôs nos territorios que chegou a controlar no Iraque e na vizinha Síria.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos