Egito envia combustível a Gaza para aliviar crise energética

Gaza, 21 jun (EFE).- O Egito enviou nesta quarta-feira 11 caminhões carregados com um milhão de litros de combustível à Faixa de Gaza para tentar aliviar a crise energética na região, após o corte da Autoridade Nacional a Palestina (ANP) de parte do fornecimento de eletricidade.

O comboio de caminhões com bandeiras palestinas e egípcias entrou na usina elétrica de Gaza, após dias de negociações entre Hamas e Egito, para atenuar a escassez de energia, informou Tawfik Abu Naim, chefe de segurança do movimento islâmico que governa o território.

O combustível será utilizado para abastecer a única usina elétrica da Faixa de Gaza, que desde abril está inoperante.

A paralisação brusca na usina provocou uma crise energética em Gaza, agravada pela redução, esta semana, do fornecimento de eletricidade por parte de Israel, após o presidente palestino, Mahmoud Abbas, reduzir o pagamento pelo serviço em 40%.

Abbas tomou esta decisão com o intuito de exercer uma pressão financeira sobre o Hamas para que devolva o controle territorial da Faixa, governada pelo grupo desde 2007.

O fim das atividades da usina em abril provocou uma redução do fornecimento para quatro horas de eletricidade por dia, que nesta semana voltou a cair para entre duas e três horas, após Israel compensar a redução de pagamento da ANP, o que representou uma diminuição de 120 a 88 megawatts.

A ONU alertou reiteradamente sobre a deterioração da crise humanitária que está provocando a falta de fornecimento de eletricidade para uma população de dois milhões de habitantes, já muito afetada pelo bloqueio israelense.

A Faixa de Gaza consome diariamente entre 480 e 500 megawatts, dos quais 120 vinham de Israel, 30 do Egito e o restante gerado na usina que até hoje estava fechada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos