Grupo jihadista invade colégio no sul das Filipinas

Manila, 21 jun (EFE).- Um grupo armado seguidor do Estado Islâmico (EI) na Filipinas se entrincheirou nesta quarta-feira durante algumas horas em uma escola do sul do país, a mesma região onde outra organização jihadista luta contra o Exército há um mês.

O ataque foi realizado por supostos membros dos Lutadores pela Liberdade Islâmica do Bangsamoro (BIFF) em um colégio de Pigcawayan, na província de Cotabato, onde os rebeldes retiveram vários civis, incluindo crianças.

Durante o incidente houve troca de tiros entre rebeldes e o Exército, disse à Agência Efe, Realan Mamon, inspetor policial de Pigcawayan, região de 66 mil habitantes.

O porta-voz das Forças Armadas, Restituto Padilla, confirmou em entrevista coletiva que os assaltantes fugiram pouco depois sem deixar vítimas, e que as autoridades estão investigando se os rebeldes levaram cinco civis como reféns.

Padilla desvinculou o incidente da violência em Marawi, uma cidade que fica a 100 quilômetros de Pigcawayan, onde o Exército combate o grupo jihadista Maute.

O BIFF surgiu em 2008 como cisão da Frente Moura de Libertação Islâmica (MILF), quando esta organização entrou em negociações com o governo para fornecer autonomia à região de maioria muçulmana do sul do país e renunciar a independência.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos