Macron nomeia 4 novos ministros em 1ª remodelação de governo

Paris, 21 jun (EFE).- O presidente da França, Emmanuel Macron, nomeou nesta quarta-feira quatro novos ministros - os de Justiça, Defesa, Agricultura e Assuntos Europeus - em sua primeira remodelação governamental, um mês após assumir o comando do país.

O secretário-geral do Palácio do Eliseu, Alexis Kohler, anunciou a jurista Nicole Belloubet como substituta de François Bayrou na pasta de Justiça; a ex-secretária de Estado Florence Parly na Defesa, no lugar de Sylvie Goulard; e a funcionária Nathalie Loiseau para substituir Marielle de Sarnez em Assuntos Europeus.

Em Agricultura, o socialista Stéphane Travert entrará no lugar de Jacques Mezard, que passará a ser o novo ministro de Coesão Territorial.

As mudanças em Justiça, Defesa e Assuntos Europeus foram motivadas pela investigação sobre supostos empregos fantasmas pagos com dinheiro do parlamento europeu ao partido centrista Modem, do qual Bayrou, Goulard e De Sarnez são membros e que decidiram renunciar para poder defender-se melhor.

Em Coesão Territorial, a mudança se deve às suspeitas de nepotismo de seu titular anterior, o socialista Richard Ferrand.

As mudanças no Executivo, que se produzem depois que o partido de Macron, República em Marcha (LREM), ganhou as eleições legislativas do domingo passado com maioria absoluta, foram mais profundas que o esperado.

O resto do gabinete foi mantido e seguem nos seus cargos, entre outros, o primeiro-ministro, o conservador Édouard Philippe; o de Exteriores, o socialista Jean-Yves Le Drian; o de Interior, o também socialista Gérard Collomb; o de Economia, o conservador Bruno Le Maire, e o de Ecologia, Nicolas Hulot.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos