Opositores venezuelanos interrompem plenária da Assembleia Geral da OEA

Cancún (México), 21 jun (EFE).- Um grupo de legisladores da oposição venezuelana e exilados desse país interromperam nesta quarta-feira a terceira sessão plenária da 47ª Assembleia Geral da OEA que acontece desde segunda-feira no balneário mexicano de Cancún.

Uma dezena de venezuelanos, que levava uma bandeira do seu país, ingressou de maneira intempestiva no auditório do hotel Moon Palace, onde estão reunidas as delegações da Organização dos Estados Americanos (OEA) no último dia da assembleia.

"Senhores e senhores, estão obstaculizando a sessão, permitam continuar com o desenvolvimento desta terceira sessão plenária", solicitou o chanceler mexicano, Luis Videgaray, presidente da assembleia.

Após alguns instantes de desconcerto, a delegação do Equador tomou a palavra, mas Videgaray a interrompeu para fazer um segundo pedido aos manifestantes, aos quais solicitou que se retirassem da sala "para continuar com o desenvolvimento em ordem da sessão".

Desta vez o grupo abandonou o recinto e, em declarações aos jornalistas, Carlos Vecchio, opositor exilado em Miami, pediu que a OEA deixe de lado as "normas procedimentais" para buscar um consenso que permita ao seu país "sair da pior crise" da sua história recente.

A delegação opositora estava encabeçada pelo presidente da Comissão de Política Exterior da Assembleia Nacional venezuelana, Luis Florido, e entre os seus membros estão o deputado Williams Dávila, além de Vecchio.

Faltando poucas horas para o fim da assembleia, tudo parece indicar que o encontro terminará sem um texto conjunto com propostas à crise da Venezuela, segundo afirmaram à Agência Efe várias fontes diplomáticas.

A reunião de chanceleres realizada na segunda-feira passada com essa intenção foi suspensa depois que as duas resoluções apresentadas não alcançaram os 23 votos necessários.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos