Líder opositor pede que forças armadas obriguem Maduro a parar Constituinte

Caracas, 22 jun (EFE).- O líder opositor venezuelano Henrique Capriles pediu nessa quinta-feira que a Força Armada Nacional Bolivariana (FANB) exija ao presidente Nicolás Maduro que detenha "a loucura da fraude constituinte", em referência à Assembleia Nacional Constituinte impulsionada pelo governante.

"A Força Armada tem um papel fundamental. A FANB se parece um pouco com a Venezuela, está dividida. Nestes dias que temos pela frente, a FANB deve exigir com firmeza que Maduro pare a fraude constituinte", disse o dirigente opositor, que é também governador do estado de Miranda em um comunicado.

O governo da Venezuela iniciou no último mês de maio o processo para eleger nas urnas no próximo 30 de julho um parlamento que redija uma nova Constituição para o país.

A oposição rejeita este plano por não ter sido consultado previamente em referendo ao povo venezuelano e considera o mecanismo de eleição dos constituintes - por um sistema setorial e territorial - uma manobra de Maduro para manipular o sufrágio universal.

A Venezuela vive há 83 dias uma onda de protestos contra o governo, sendo que algumas destas manifestações começaram após a decisão - depois retirada parcialmente - do Tribunal Supremo de Justiça de assumir as funções da Assembleia Nacional, controlada pela oposição e à qual os juízes acusavam de "desacato".

Durante este período, o oficialismo também convocou às ruas dezenas de milhares de pessoas em demonstrações de força em cidades de todo o país, onde morreram 75 pessoas em incidentes relacionados com a crise política.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos