Tropas indianas e paquistaneses firmam trégua em festividade sufista

Nova Délhi, 22 jun (EFE).- As forças de segurança indianas e paquistaneses firmaram uma trégua nesta quinta-feira na sua fronteira e trocaram doces e presentes ao invés dos habituais disparos para celebrar o dia do santo sufista Dalip Singh Baba Chamliyal, venerado em ambos os países.

Enquanto em outros pontos da fronteira se escutava o som dos fuzis, no distrito indiano de Samba, onde fica o santuário de Baba Chamliyal, militares paquistaneses e indianos participavam das festividades.

A denominada linha zero da fronteira foi decorada com bandeiras de ambos os países, lonas e tendas para receber uma delegação de oficiais paquistaneses e líderes da Administração civil.

Seus homólogos das Forças de Segurança de Fronteiras da Índia (BSF, na sigla em inglês) ofereceram uma guarda de honra ao líder da delegação visitante no meio de um ambiente que o próprio comando regional das BSF qualificou em um comunicado de "cordial e alegre".

Uniformizados, muitos deles usando os pomposos chapéus característicos dos guardas de fronteira e perante o atento olhar de "milhares" de devotos, os militares trocaram placas, presentes e apertos de mão.

Como manda a tradição, a delegação visitante entregou um "chaddar" - ou cobertor - para ser oferecido a Baba Chamliyal e, em troca, recebeu doces para dividir entre os fiéis paquistaneses que esperavam do outro lado da fronteira.

Segundo a nota das BSF, as duas partes concordaram, além disso, em manter a "paz e tranquilidade" nessa área fronteiriça.

No entanto, em outros pontos da linha divisória foram registrados nesta quinta-feira violações ao cessar-fogo e pelo menos um suposto insurgente foi abatido por agentes quando tentava entrar em território indiano, segundo o Comando Norte do Exército.

Nova Délhi acusa o país vizinho de incentivar terroristas que ameaçam a Caxemira indiana para fortalecer o movimento independentista na região, onde os ataques insurgentes contra as tropas indianas se intensificaram significativamente nas últimas semanas.

Índia e o Paquistão disputam a região de Caxemira desde a divisão do subcontinente após a independência do Império britânico, em 1947, e desde então travaram duas guerras e vários conflitos menores por essa região.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos