Correa critica "estupidez" de Trump e classifica Temer como "traidor"

Montevidéu, 23 jun (EFE).- O ex-presidente do Equador Rafael Correa afirmou nesta sexta-feira em entrevista exclusiva à Agência Efe que o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, bateu o recorde de estupidezes e que o do Brasil, Michel Temer, representa a "traição" política.

Em entrevista concedida em Montevidéu e que será transmitida integralmente nas próximas horas, Correa considerou que "é difícil" encontrar um exemplo parecido com o de Trump e que lamentavelmente se trata do presidente "da maior potência da história da Humanidade".

O ex-presidente equatoriano enumerou, dentro do que considerou como estupidezes, o muro que Trump quer construir na fronteira com o México para evitar a imigração ilegal, o retrocesso no degelo das relações com Cuba e a saída dos EUA do Acordo de Paris.

Em relação ao presidente brasileiro, Correa ressaltou que "a traição vai mudar de nome" e "vai se chamar, de agora em diante, Temer".

"Que sujeito, por ter dois anos de poder, condena suas futuras gerações à vergonha, que descarada traição", enfatizou Correa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos