ELN liberta 2 jornalistas holandeses mantidos reféns na Colômbia desde sábado

Bogotá, 23 jun (EFE).- O Exército de Libertação Nacional (ELN) da Colômbia libertou nesta sexta-feira dois jornalistas holandeses que tinham sido sequestrados no último sábado na região de Catatumbo, no nordeste da Colômbia.

"Informamos que os dois estrangeiros capturados pelo ELN em Catatumbo já foram libertados em perfeitas condições", informou o grupo armado em mensagem divulgada pelo Twitter, sem dar mais detalhes.

O jornalista Derk Johannes Bolt, de 52 anos, e o repórter cinematográfico Eugenio Ernest Marie Follender, de 58, foram sequestrados em El Tarra, no departamento de Norte de Santander. O local é um dos redutos do ELN, que está em negociações de paz com o governo da Colômbia desde fevereiro.

Até o momento, nenhum autoridade confirmou a liberdade dos dois holandeses. A imprensa local, porém, confirma que ambos estão livres.

Na mesma região, a jornalista colombiana Salud Hernández foi sequestrada em maio do ano passado.

Segundo a "RCN Radio", os dois jornalistas serão levados ao comando central da polícia em Cúcuta, capital do departamento de Norte de Santander, fato que também ainda não foi confirmado oficialmente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos