Ex-presidente de Botsuana Ketumile Masire morre aos 91 anos

Nairóbi, 23 jun (EFE).- O ex-presidente de Botsuana Quett Ketumile Joni Masire morreu aos 91 anos em um hospital de Gaborone, capital do país, informou nesta sexta-feira sua família.

Masire se tornou o segundo presidente do país em 1980 com o Partido Democrático de Botsuana, cargo que ocupou até 1998, quando se retirou voluntariamente.

"Morreu em paz no hospital privado de Bokamoso, rodeado por sua família" em 22 de junho, de acordo com um comunicado citado pelos meios de comunicação locais.

O ex-presidente foi internado em 16 de junho para ser submetido a uma cirurgia e posteriormente entrou em estado crítico.

Durante a sua longa carreira política, participou de diferentes negociações de paz na África, como em 2001, quando foi nomeado mediador do conflito da República Democrática do Congo (RDC) para pôr fim à guerra no país e promover o "diálogo".

Também foi presidente da Comunidade de Desenvolvimento da África do Sul (CDAS) durante 16 anos, até 1996, quando o chefe de Estado da África do Sul, Nelson Mandela, o substituíu.

Botsuana, situado no sul da África e com pouco mais de dois milhões de habitantes, é um dos maiores extratores de diamantes do mundo, uma indústria que representa 80% de suas exportações.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos