Johnny Depp cria polêmica ao fazer referência a assassinato de Trump

Em Londres

  • Dylan Martinez/ Reuters

    O ator Johnny Depp posa sobre um Cadillac antes da apresentação de seu filme "The Libertine" no festival Glastonbury, no Reino Unido

    O ator Johnny Depp posa sobre um Cadillac antes da apresentação de seu filme "The Libertine" no festival Glastonbury, no Reino Unido

O ator Johnny Depp criou polêmica com comentários feitos na noite de quinta-feira (22) no festival de música de Glastonbury, no leste da Inglaterra, ao perguntar pela última vez que um ator assassinou um presidente dos EUA.

Segundo informaram os meios britânicos, Depp perguntou aos presentes ao apresentar o filme "The Libertine": "Podem trazer Trump aqui?, l que provocou os gritos dos presentes a esta reunião anual em Somerset (oeste inglês).

"Quando foi a última vez que um ator assassinou um presidente?", disse Depp, reconhecendo que seus comentários poderiam causar polêmica.

"Certamente, isto vai aparecer na imprensa e será horrível. Trata-se apenas dee uma pergunta, não estou insinuando nada", acrescentou.

Segundo os meios, os comentários de Depp podem fazer referência ao assassinato do presidente americano Abraham Lincoln em 1865 pelo ator John Wilkes Booth.

Depp não é o primeiro ator americano que faz referência ao possível assassinato do presidente, já que a cantora Madonna disse em Washington que pensava muito sobre explodir a Casa Branca e o rapper Snoop Dogg disparou com uma pistola de brinquedo contra um personagem de Trump em um videoclipe.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

Veja também

UOL Cursos Online

Todos os cursos