Parlamento britânico foi alvo de ataque cibernético, segundo parlamentar

Londres, 24 jun (EFE).- O parlamento do Reino Unido foi alvo de um ataque cibernético, o que deixou os parlamentares impedidos de acessar seu e-mail de forma remota, segundo afirmou neste sábado o lorde liberal-democrata Chris Rennard.

"Um ataque de cibersegurança em Westminster, os e-mails parlamentares podem não funcionar de forma remota. Enviem por texto as mensagens urgentes", escreveu este político em sua conta no Twitter.

Uma porta-voz da Câmara dos Comuns confirmou que foi detectado um problema de segurança informática no Palácio de Westminster e explicou que então "se desabilitou o acesso remoto para proteger o sistema".

"As Casas do parlamento descobriram tentativas de acesso não autorizado a contas de usuários parlamentares", disse esta porta-voz.

"Continuamos investigando este incidente, enquanto damos passos para proteger a rede informática, em colaboração com o Centro Nacional de Cibersegurança", acrescentou.

A mesma fonte indicou que o parlamento britânico tem "sistemas em marcha para proteger as contas dos membros e de seu pessoal e estamos tomando as medidas necessárias para proteger os nossos sistemas".

Segundo o jornal "The Daily Telegraph", os parlamentares já foram informados ontem à noite da tentativa de ataque, após dias em que "circularam informações de que as senhas de membros do governo estavam sendo vendidas pela internet", após terem sido roubadas supostamente por grupos de hackers.

Vários deputados confirmaram à emissora pública "BBC" que não podem acessar suas contas de e-mail de forma remota, devido à restrição imposta pelos responsáveis parlamentares enquanto se resolve o incidente.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos