Polícia prende 7 pessoas em Parada Gay na Cidade do México

Cidade do México, 24 jun (EFE). - Um confronto entre dois grupos antagônicos neste sábado perto do final da Marcha do Orgulho LGBT na Cidade do México terminou com sete pessoas presas, informou uma fonte da Secretaria de Segurança Pública (SSP) capital mexicana à Agência Efe.

O incidente aconteceu no Zócalo, perto da Catedral Metropolitana, pouco depois de os primeiros participantes do evento, que começou ao meio-dia no Anjo da Independência, chegaram. Conforme a fonte da SSP, o enfrentamento foi entre um grupo de "autodenominados nazistas e outro de anarquistas". Alguns deles estavam encapuzados.

Membros da Secretaria separaram a briga e prenderam sete indivíduos. Todos foram levados para o Ministério Público. Segundo a imprensa local, a confusão teria começado por uma discussão sobre a igualdade de direitos para os homossexuais.

De acordo com a fonte da SSP, o caso não atrapalhou o encerramento do evento e nenhum dos detidos peretence aos grupos LGBTs da marcha.

Para garantir o desenvolvimento da passeata, que os organizadores previam atrair 500 mil pessoas, a prefeitura reforçou as medidas de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos