Bombardeio mata pelo menos 5 membros de uma mesma família na Síria

Cairo, 25 jun (EFE).- Pelo menos cinco civis, membros da mesma família, três deles menores de idade, morreram neste domingo em um bombardeio de aviões não identificados na província síria de Deir ez-Zor, no nordeste do país, informou o Observatório Sírio de Direitos Humanos.

A ONG disse que não se sabe se o ataque foi feito pela aviação russa ou do seu aliado, o presidente sírio, Bashar al Assad, já que ambos atacam o grupo terrorista Estado Islâmico (EI) em Deir ez-Zor.

O bombardeio teve como alvo a cidade de Mohsen, ao leste de Deir ez-Zor, a capital regional, e entre as vítimas se encontra uma mulher e quatro dos seus netos, entre os quais há um bebê e outros dois menores.

O número de vítimas poderia aumentar, segundo a ONG, uma vez que há vários feridos em estado grave, ainda que não tenha detalhado o seu número.

O Observatório afirmou que, com este ataque, se elevou a 67 o número de civis mortos em bombardeios em Deir ez-Zor nos últimos 35 dias.

A maior parte de Deir ez-Zor se encontra controlada pelo EI, com exceção de alguns bairros da capital regional, que estão em poder do exército leal a Damasco.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos