Ex-ministro de Economia é proposto como novo chefe de Governo da Romênia

(Atualiza com mais informação)

Bucareste, 26 jun (EFE).- O Partido Social-Democrata romeno (PSD), que provocou na semana passada a queda do Governo que apoiava desde janeiro, propôs nesta segunda-feira o ministro de Economia, Mihai Tudose, como novo chefe do Executivo.

A proposta acontece apesar de Tudose ter sido um dos ministros reprovados pelo PSD sob o argumento de que não tinha cumprido nenhuma das medidas do programa de Governo com o qual o partido ganhou as eleições de dezembro.

Liviu Dragnea, líder do PSD e que não pode ser primeiro-ministro por uma condenação por corrupção, disse acreditar que o presidente do país, o conservador Klaus Iohannis, aceitará a proposta, já que os sociais-democratas e os seus parceiros têm maioria no Parlamento.

"Não posso garantir, mas tenho quase certeza de que o presidente quer instalar rapidamente um novo Governo. Na minha opinião, não deseja que esta crise se prolongue", assegurou Dragnea.

Horas mais tarde, o presidente romeno, o liberal Klaus Iohannis, anunciou que aceita a proposta dos sociais-democratas.

"Na minha opinião, esta crise deve terminar rápido. Devemos ter um novo governo logo", disse o presidente, que acrescentou que "levando em conta tudo isto e que necessitamos urgentemente de um Governo, designo o senhor Tudose como próximo premiê".

Segundo disse hoje Dragnea, o homem forte do PSD, a posse do novo premiê pode ocorrer na quinta-feira.

Tudose, de 50 anos, ocupou a pasta de Economia de dezembro de 2014 a novembro de 2015, até que o trágico incêndio em uma discoteca em Bucareste, que causou 64 mortes, provocou a queda do Executivo social-democrata.

Depois voltou a ocupar o cargo desde fevereiro até que o próprio PSD forçou a queda do Governo na semana passada.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos