Mongólia vai às urnas para escolher novo presidente

Pequim, 26 jun (EFE).- O povo da Mongólia vai nesta segunda-feira às urnas para escolher um novo presidente, o quinto da sua história democrática, cargo disputado pelo social-democrata Miyeegombyn Enkhbold, pelo conservador Battulga Khaltma e pelo ex-comunista Sainkhuu Ganbaatar.

Quase dois milhões de mongóis - dos três que povoam o país - poderão votar nos colégios eleitorais ao longo do território, que abriram as suas portas às 7h (horário local).

Após depositar seu voto no começo desta manhã, o social-democrata Enkhbold disse que estas eleições representam "um pleito importante para o desenvolvimento econômico" da Mongólia, segundo informou a agência estatal de notícias "Montsame".

Está previsto que os outros dois candidatos, Khaltmaa e Ganbaatar, votem em seus respectivos colégios eleitorais ao longo do dia de eleição, que termina às 22h com o fechamento dos centros de votação.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos