Polícia de Hong Kong liberta um dos líderes da "Revolução dos Guarda-Chuvas"

Hong Kong, 30 jun (EFE).- A polícia de Hong Kong libertou nesta sexta-feira (data local) o líder pró-democracia Joshua Wong, um dos rostos mais conhecidos da "Revolução dos Guarda-Chuvas", e outros ativistas que foram detidos na quarta-feira.

Wong foi libertado na madrugada de hoje, segundo confirmou ele mesmo em uma mensagem enviada à Agência Efe.

Os outros ativistas, entre os quais se encontra Nathan Law, outro líder estudantil dos protestos pró-democracia de 2014 conhecidos como "Revolução dos Guarda-Chuvas", foram postos em liberdade algumas horas antes.

No total, 26 pessoas foram detidas por ocupar um monumento emblemático da cidade para pedir maiores liberdades por ocasião da visita do presidente da China, Xi Jinping, ao território.

Wong, junto a outros ativistas liberais, entre eles parlamentares como Law, convocaram uma manifestação em torno da estátua da flor de Bauhinia, um monumento que simboliza o retorno de Hong Kong à China e que é visitado em Hong Kong diariamente por centenas de turistas da parte continental.

Os ativistas foram libertados poucos depois que alguns dos seus companheiros protagonizaram um protesto às portas da delegacia onde estavam detidos, exigindo a sua liberdade.

"Exigimos que a polícia e o governo de Hong Kong deixem de atrasar deliberadamente a liberdade dos ativistas detidos", afirmou então à Efe Derek Lam, um dos membros do Demosisto, um partido pró-democracia ao qual pertencem Wong e outros dos principais ativistas.

No protesto de quarta-feira, os jovens manifestantes exigiam mais liberdades para Hong Kong, além de pedir a liberdade do dissidente chinês Liu Xiaobo, Prêmio Nobel da Paz 2010 e recentemente solto após quase nove anos de prisão por sofrer um câncer de fígado terminal.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos