Ativistas de Hong Kong voltam a ser detidos durante visita de Xi Jinping

Hong Kong, 1 jul (EFE).- Pelo menos nove ativistas de Hong Kong, entre eles Joshua Wong, foram detidos neste sábado (data local) após um distúrbio com manifestantes pró-China perto de onde o presidente chinês, Xi Jinping, preside os atos de comemoração do 20º aniversário da devolução da ex-colônia britânica.

Wong, um dos líderes dos protestos da chamada "Revolução dos Guarda-Chuvas" do final de 2014, foi algemado pela polícia em sua segunda detenção nesta semana, após ser detido na quarta-feira por protestar contra a visita de Xi a Hong Kong.

Junto a ele, outros quatro membros do partido politico liberal do qual é secretário, o Demosisto, e outros cinco membros da Liga Social Democrata de Hong Kong foram detidos, segundo fontes da legenda.

As detenções foram efetuadas quando os ativistas se preparavam para iniciar uma marcha até o centro de convenções de Hong Kong, local onde acontecem os atos de comemoração do 20º aniversário.

Ao ponto de encontro do início do protesto chegaram centenas de manifestantes pró-China levando bandeiras nacionais que rodearam aos ativistas.

Segundo testemunhas, um manifestante pró-China rasgou um dos cartazes do outro grupo, o que provocou o início dos distúrbios.

Após vários minutos de confusão, a polícia deteve pelo menos nove ativistas locais que foram conduzidos aos camburões dos agentes, entre eles Wong, que foi levado algemado.

Parte dos agora detidos pelas forças de segurança tinham sido postos em liberdade durante a madrugada de sexta-feira após permanecerem até 33 horas atrás das grades por protestar contra a chegada de Xi a Hong Kong.

Em uma coletiva de imprensa conjunta, estes ativistas denunciaram ontem uma perseguição por parte do governo regional e um abuso de poder da polícia para atrasar sua libertação e, com isso, evitar que convoquem novas manifestações durante estes dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos