Israel bombardeia Síria como resposta a um projétil que caiu no país

Jerusalém, 30 jun (EFE).- O Exército israelense bombardeou uma posição militar síria desde a qual assegura que foi lançado um projétil que caiu nesta sexta-feira nas Colinas de Golã, ocupadas por Israel, no quarto incidente deste tipo que acontece em menos de uma semana.

"O projétil é resultado da luta interna na Síria. Não houve danos", informou um primeiro comunicado militar sobre o projétil que caiu em uma área "despovoada" das Colinas de Golã.

"Em resposta, um avião do Exército (israelense) alcançou uma posição militar desde que tinha sido lançado um morteiro", disse um segundo comunicado.

É a quarta vez que em menos de uma semana que caem projéteis desde a Síria, como consequência da aproximação dos combates do conflito sírio à divisa com Israel, perante os quais a aviação israelense responde bombardeando.

"Quem nos ataca é atacado por nós. Essa é a nossa política e vamos segui-la", advertiu o premiê israelense, Benjamin Netanyahu, após o último incidente de quarta-feira.

Desde o início do conflito sírio em 2011, numerosos projéteis caíram na parte das Colinas de Golã ocupadas por Israel desde 1967, que costumam proceder de fogo perdido nos enfrentamentos, ainda que outros foram considerados intencionados.

As forças de segurança israelenses costumam responder diretamente contra os agressores ou contra posições do Exército sírio, ao qual responsabilizam da soberania na zona fronteiriça.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos