Líder sindical é morto na Colômbia enquanto assistia filho jogar futebol

Bogotá, 1 jul (EFE).- O líder sindical Alberto Román Acosta foi assassinado a tiros em um campo de futebol do sudoeste da Colômbia, onde estava para assistir uma partida do filho.

A Corporação Coletiva de Advogados José Alvear Restrepo (CCAJAR) informou em um comunicado que Acosta foi assinado no município de Cerrito por dois homens que atiraram várias vezes contra o sindicalista.

Acosta era presidente do Sindicato Nacional de Trabalhadores da Indústria Agropecuária (Sintrainagro), que reúne funcionários que atuam na colheita de cana em Guacarí, no departamento do Valle do Cauca. Ele chegou a ser levado a um hospital próximo, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos