MP da Venezuela contabiliza mais uma morte em onda de manifestações no país

Caracas, 30 jun (EFE).- O Ministério Público da Venezuela informou nesta sexta-feira que mais um manifestante morreu durante a onda de protestos no país, desta vez na cidade de Barquisimeto, capital do estado de Lara, o que eleva o número total de mortos desde que as mobilizações começaram para 82.

O MP informou através do Twitter que a promotoria de Lara se encarregará de investigar a morte de um cidadão identificado como Rubén Morillo na tarde desta sexta-feira.

"O fato ocorreu durante uma situação irregular em Barquisimeto durante uma manifestação", indicou o MP, sem oferecer mais detalhes.

A dirigente opositora María Corina Machado também informou a morte do manifestante em seu perfil no Twitter: "O regime (do presidente Nicolás Maduro) assassina hoje 2 jovens. Eduardo Márquez, de 20 anos, em Mérida; e Rubén Morillo, de 28, em Barquisimeto".

Mais cedo, o MP informou a morte de Márquez, que ficou ferido durante uma manifestação no estado de Mérida no dia 13 de junho e estava hospitalizado desde então.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos