Obama elogia tolerância na Indonésia, mas alerta sobre auge do sectarismo

Jacarta, 1 jul (EFE).- O ex-presidente dos Estados Unidos Barack Obama usou neste sábado a diversidade e tolerância da Indonésia como exemplos para outros países muçulmanos, mas advertiu sobre o risco que significa o aumento das divisões "sectárias" no país.

Em uma conferência em Jacarta, Obama defendeu o modelo que a Indonésia representa, já que o país asiático deseja manter sua "combinação de fé muçulmana sincera com tolerância com outras crenças".

Obama, que encerra férias no país, assegurou que a Indonésia, onde viveu quando era criança entre 1967 e 1971, o fez "apreciar o respeito pelas diferenças entre as pessoas".

"Meu padrasto como muitos dos indonésios nasceu muçulmano, mas respeitava os indianos, respeitava os budistas, respeitava os cristãos", disse o ex-presidente, que se dirigiu ao público em várias ocasiões em indonésio.

Obama também alertou sobre novas ameaças para o país asiático, como a corrupção e a mudança climática, perante a qual o arquipélago é especialmente vulnerável.

"É preciso controlar de verdade o que ocorre com a indústria do óleo de palma e a poda das florestas, e reconhecer a necessidade de equilíbrio, já que é uma indústria importante", disse.

Obama lembrou também sua vida em Jacarta, admitindo "não reconhecer nada" da capital, e explicou que viajou junto à sua família para que "tivessem uma ideia desta parte da minha vida".

Obama termina amanhã sua visita à Indonésia, onde esteve de férias junto com Michelle, as filhas Sasha e Malia, e outros familiares na ilha de Bali e em Yogyakarta, na província de Java Central, e viajará para a Coreia do Sul a seguir.

O ex-presidente participará da oitava Conferência de Liderança Asiática em Seul, à qual assistirão outros ex-governantes como David Cameron (Reino Unido) e Yasuo Fukuda (Japão).

Obama goza de uma grande popularidade na Indonésia, onde os muçulmanos compõem 88% dos 260 milhões de habitantes.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos