Ataque de drone americano no Iêmen mata dois membros da Al Qaeda

Sana, 2 jul (EFE).- Dois membros da organização terrorista Al Qaeda morreram neste domingo em um bombardeio de um avião americano não tripulado na província meridional de Abyan, no sul do Iêmen, informaram à Agência Efe fontes de segurança.

As fontes identificaram um dos mortos como Ibrahim al Adani, que viajava junto a outro integrante do grupo terrorista em uma moto quando foram alcançados por um míssil lançado desde um avião não tripulado.

O ataque ocorreu na zona da Al Uadiaa, berço do presidente iemenita, Abdo Rabu Mansur Hadi.

Segundo a fonte, os combatentes da Al Qaeda começaram a usar com maior assiduidade as motos para se deslocar, ao invés de carros, para tentar evitar os ataques lançados desde drones.

A organização jihadista aproveitou a deterioração da segurança devido ao atual conflito iemenita para se expandir em áreas do sul do país, que foram recuperadas nos passados meses pelas forças leais a Hadi, após expulsar os rebeldes houthis.

A Al Qaeda no Iêmen é considerada por Washington como uma das ramos mais perigosos e ativos da rede terrorista internacional.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos