Argentina exclui Odebrecht de concessões de obras públicas por 1 ano

Buenos Aires, 3 jul (EFE).- O governo da Argentina anunciou nesta segunda-feira a decisão de retirar por um ano a Odebrecht de disputas de concessões de obras públicas, informou a agência estatal de notícias "Télam".

A medida foi tomada pelo Conselho do Registro Nacional de Construtores e Companhias Consultoras de Obras Públicas, ligado ao Ministério do Interior. A construtora reconheceu ter pagado US$ 35 milhões em propinas na Argentina entre 2007 e 2014, durante o governo de Cristina Kirchner.

Entre os motivos divulgados para a decisão está o de que a empresa conta com "vários processos judiciais e administrativos" na Argentina e no exterior que a envolvem em "práticas corruptas".

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos