Paraguai confisca mais de 728 toneladas de maconha no 1º semestre de 2017

Assunção, 3 jul (EFE).- As autoridades do Paraguai apreenderam 728.007 quilos de maconha nos primeiros seis meses do ano, o que representa o triplo da quantidade confiscada em todo o ano de 2016, informou nesta segunda-feira a Secretária Nacional Antidrogas (Senad) do país.

De acordo com o comunicado, as apreensões destes seis meses equivalem a mais de 40% do total confiscado entre 2013 e 2016, uma cifra que chega a 1.676 toneladas da droga.

Ao somar os 728.007 quilos deste semestre, a Senad confiscou em pouco menos de cinco anos 2,4 mil toneladas de maconha, enfatizou o órgão.

A Senad também erradicou nos seis meses do ano 1.187 hectares de plantações de maconha, que, segundo as suas estimativas, equivalem a 3.561 toneladas de droga, com um valor estimado de US$ 106,8 bilhões no mercado negro.

A eliminação dessas plantações também é superior à realizada em 2016, com 1.298 hectares, segundo a fonte.

As áreas onde mais ocorreram operações ficam na fronteira com o Brasil e nos departamentos de San Pedro, Alto Paraná e Itapúa.

O Paraguai conta com o apoio de Argentina, Chile e Brasil em sua luta contra o tráfico de drogas, através da "troca de inteligência e a consequente realização de operações antidrogas internacionais", indicou a Senad.

Além disso, a Senad explicou que intensificou neste período suas operações nos "principais leitos hídricos do Paraguai" e aumentou as "ações fluviais de combate às drogas".

Também continuam as operações terrestres e "aquelas que exigem planejamento para a interceptação de cargas antes da decolagem em voos clandestinos".

O Paraguai é o maior produtor de maconha da América do Sul e o principal destino da venda é o Brasil, ainda que também exista um fluxo de drogas para Argentina, Uruguai, Bolívia e Chile, segundo as autoridades.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos