Porto Rico forma comissão para defender anexação da ilha no Congresso dos EUA

San Juan, 3 jul (EFE).- O ex-governadores de Porto Rico Carlos Romero Barceló e Pedro Rosselló farão parte de um grupo, batizado como Comissão da Igualdade, que defenderá que a região se torne oficialmente um estado dos Estados Unidos.

No último dia 5, o atual governador de Porto Rico, Ricardo Rosselló, filho de Pedro Rosselló, assinou a Lei pela Igualdade e Representação Congressional dos Cidadãos Americanos de Porto Rico. A legislação será utilizada para favorecer a plena anexação da ilha ao território dos EUA.

Outros integrantes famosos da Comissão da Igualdade são o ex-presidente do Senado Charlie Rodríguez Colón e o ex-jogador de beisebol Iván Rodríguez, que entrará no Hall da Fama da MBL, a liga americana da modalidade, no próximo dia 30.

O grupo promoverá no Congresso e no governo dos EUA anexação de Porto Rico, até então estado livre associado, cumprindo o resultado do plebiscito sobre o status da ilha realizado em 11 de junho.

Barceló também anunciou hoje, ao apresentar os nomes de alguns integrantes da comissão, que apresentará uma emenda à lei que criou o grupo para eliminar o artigo que prevê que os gastos de seus integrantes sejam pagos com recursos públicos.

"Sem dúvida, dentro de seus respectivos espaços e experiências, todos contribuirão para o processo educativo tão necessário no Congresso para que tenhamos tratamento igual para os cidadãos americanos residentes em Porto Rico", disse Barceló.

Já Rosselló afirmou que anunciará nos próximos dias outros membros da Comissão para a Igualdade.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos