Rei saudita não participará da cúpula do G20 de Hamburgo

Berlim, 3 jul (EFE).- O rei Salman bin Abdelaziz da Arábia Saudita não participará da cúpula do G20 que será realizada entre sexta-feira e sábado em Hamburgo (norte da Alemanha), informou o Governo alemão.

O porta-voz da Chancelaria, Steffen Seibert, disse a meios locais que as autoridades sauditas comunicaram a ausência do rei, a segunda depois que o presidente Michel Temer, denunciado na passada semana por suposta corrupção passiva, comunicou que não viajará para Hamburgo.

O Executivo alemão não especificou os motivos da ausência de Salman, cujo país lidera junto aos Emirados Árabes Unidos (EAU), Egito e Bahrein, o boicote ao vizinho Catar, que é acusado de financiar o terrorismo.

Através do Kuwait, que atua como mediador, o Catar entregou hoje sua resposta às exigências dos quatro países, que lhe pediram, entre outros pontos, que encerre as atividades do canal "Al Jazira", que ponha fim às relações diplomáticas com o Irã e que feche uma base militar turca no emirado.

Arábia Saudita, EAU, Egito e Bahrein, que romperam laços diplomáticos e comerciais com o Catar em 5 de junho, deram ontem 48 horas ao emirado para cumprir as exigências e se reunirão na quarta-feira no Cairo para analisar os seguintes passos.

Neste contexto, o ministro alemão de Assuntos Exteriores, Sigmar Gabriel, iniciou hoje uma viagem à região que o levará à Arábia Saudita, EAU, Catar e Kuwait para advogar pelo diálogo como a via para encontrar uma solução construtiva a esta crise.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos