Trump oferece "ajuda" a bebê britânico que será submetido a eutanásia

Washington, 3 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, se ofereceu nesta segunda-feira para "ajudar" o bebê britânico Charlie Gard, afetado por uma doença genética rara e mortal, e que privado de respiração artificial que o mantém com vida.

"Se pudermos ajudar o pequeno #CharlieGard, de acordo com nossos amigos no Reino Unido e com o papa, estaríamos encantado de fazer isso", disse Trump em uma mensagem postada em sua conta no Twitter.

O tweet de Trump, que não especificou no que consistiria sua ajuda, foi postado um dia depois que o papa Francisco expressou também sua solidariedade com os pais do bebê, e pediu que permitam que possam "conduzir e tratar o pequeno até o fim".

Em 28 de junho, o Tribunal Europeu de Direitos Humanos (TEDH) respaldou a decisão da Justiça britânica de dar uma morte digna ao bebê de dez meses, afetado por uma doença "genética rara e incurável", e rejeitou assim o recurso dos pais, Christopher e Constance Gard.

A decisão do Tribunal especifica que, em termos médicos, a criança sofre uma "severa síndrome infantil de encefalopatia mitocondrial", que causa mutações no gene RRM2B e lhe "priva da energia necessária para viver".

Os pais recorreram à Corte europeia quando os tribunais britânicos autorizaram que Charlie fosse privado da respiração artificial, e argumentaram que o país tinha vulnerado o direito à vida.

Os pais disseram que as decisões das instâncias nacionais tinham sido "uma ingerência injusta e desproporcionada nos seus direitos parentais e sem justificação alguma".

No entanto, a Corte de Estrasburgo aprovou a conclusão da Justiça britânica, baseada em "avaliações de especialistas detalhadas e de alta qualidade" que consideravam "muito provável que Charlie estaria exposto a dores e sofrimentos contínuos".

O hospital londrino onde Gard está internado decidiu manter por mais um tempo a respiração artificial que mantém o bebê vivo para permitir que seus pais passem mais tempo com ele.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos