Morre empresário Américo Amorim, o homem mais rico de Portugal

Lisboa, 13 jul (EFE).- O empresário Américo Amorim, dono do grupo que leva seu nome e lidera a produção mundial de cortiça, além de ser considerado o homem mais rico de Portugal, morreu nesta quinta-feira aos 82 anos, informou a imprensa portuguesa.

Amorim tinha problemas de saúde e nos últimos anos tinha sido submetido a seis operações de coração.

O empresário contava com uma fortuna de 4,4 bilhões de euros, segundo a revista "Forbes", baseada sobretudo no setor da cortiça, onde o Grupo Amorim é líder mundial.

Amorim nasceu em 1934 em Santa Maria da Feira e entrou para a empresa familiar de produção de cortiça, que passou a liderar em 1952 e converteu em um império empresarial, presente em países dos cinco continentes.

O empresário diversificou os seus investimentos para outros setores como bancário, imobiliário, turismo e energia, o que o levou a ser também o maior acionista da petrolífera portuguesa Galp Energia.

O empresário tinha três filhas e a primogênita, Paula Amorim, assumiu a presidência do grupo em novembro de 2016.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos