Trump diz que convidará Putin à Casa Branca "no momento adequado"

Washington, 13 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, anunciou que convidará o colega russo, Vladimir Putin, à Casa Branca "no momento adequado", mas não determinou quando esse encontro poderia ocorrer nem em quais circunstâncias.

"Diria que sim, no momento adequado. Não acredito que este seja o momento adequado, mas a resposta é que sim. O mais fácil para mim seria dizer que, absolutamente, não o faria. Seria fácil para mim, mas também é a coisa mais bruta que poderia fazer", disse Trump ao ser perguntado sobre se convidaria a Putin à mansão presidencial.

Os comentários de Trump, feitos na quarta-feira a bordo do Air Force One e divulgados hoje, ocorrem após sua primeira reunião lado a lado com Putin na semana passada, como parte da Cúpula do G20 realizada em Hamburgo, na qual o republicano questionou o líder russo sobre as supostas ingerências eleitorais.

"Na próxima vez que estiver com Putin, vou perguntá-lo: 'a favor de quem você realmente estava?' Porque não acredito que estivesse ao meu favor", disse Trump em referência à disputa eleitoral que contra a candidata presidencial democrata, Hillary Clinton.

As agências de inteligência dos Estados Unidos afirmam que a Rússia tentou influenciar nas eleições americanas de 2016 e, atualmente, o FBI e vários comitês do Congresso investigam se a campanha de Trump foi coordenada com o Kremlin para influir no resultado das eleições.

"Agora foi provado que não há conluio. Honestamente, tudo isto é realmente uma caça às bruxas. Foi uma caça às bruxas da imprensa. E é ruim para o país", disse Trump, em linha com as declarações que costuma fazer sobre a investigação russa.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos