Trump diz ser a favor que filho explique sobre reunião com advogada russa

Washington, 13 jul (EFE).- O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou nesta quinta-feira que não sabia que a reunião de seu filho com uma advogada russa vinculada ao Kremlin era sobre a democrata Hillary Clinton e se mostrou favorável a que Donald Júnior deponha perante o Congresso.

Em declarações dadas por Trump na quarta-feira durante o voo para Paris para celebrar o dia da tomada da Bastilha, mas divulgadas hoje, Trump se mostrou favorável que o seu filho, Donald Trump Jr., explique a sua reunião perante o Congresso, que investiga a trama russa para interferir nas eleições americanas de 2016.

A polêmica sobre as supostas tentativas do governo russo para interferir nas eleições americanas e prejudicar a democrata Hillary Clinton se intensificou após ser revelado neste fim de semana que Donald Trump Jr. se reuniu em junho do ano passado com uma advogada vinculada ao Kremlin, pessoa que teria segredos sobre Hillary guardados pelo governo russo.

Trump que disse que desconhecia que a reunião fosse sobre informações para prejudicar Hillary, o que poderia descumprir as leis eleitorais e deveria ter sido comunicado ao FBI.

A imprensa americana lembrou que dois dias antes da reunião com a advogada russa Natalia Veselnitskaya, Trump adiantou que revelaria informações comprometedoras sobre Hillary Clinton.

Trump disse nesta quinta-feira em coletiva de imprensa conjunta com o presidente francês, Emmanuel Macron, que "muita gente" teria aceitado uma reunião como seu filho, encontro que também contou com seu genro e assessor da presidência Jared Kushner e o então chefe de sua campanha, Paul Manafort.

"Donald Trump Jr. é um bom menino. É um bom garoto e na reunião não aconteceu nada. Foi uma reunião curta, segundo ele me disse. E eu só me informei (do encontro) há dois ou três dias", afirmou Trump no Air Force One sobre o seu filho, de 39 anos, a mesma idade que o atual presidente da França.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos