Área de cultivo de coca na Colômbia cresceu 52% em 2016, diz ONU

Bogotá, 14 jul (EFE).- A área de cultivo de coca na Colômbia cresceu 52% em 2016, passando de 96 mil para 146 mil hectares, segundo relatório divulgado nesta sexta-feira pelo Escritório das Nações Unidas sobre Drogas e Crime (UNODC).

"O maior crescimento foi registrado nas regiões de fronteiras, especialmente em Nariño, Putumayo e Norte de Santander, as mesmas áreas com maior número de hectares no relatório de 2015", indicou o documento publicado hoje pelo UNODC em Bogotá.

Sobre a produção potencial de cocaína, o estudo calculou um aumento de 35%, passando de 646 toneladas em 2015 para 866 em 2016.

A ONU também indicou que o preço do quilo da folha de coca subiu 43% em relação às estimativas de 2013, ano em que a tendência começou a ser de aumento da área plantada.

O documento também mostra que as autoridades conseguiram aumentar as apreensões da droga em 49%. Segundo o relatório, foram apreendidas 253 toneladas de cocaína em 2015. No ano passado, a quantidade subiu para 378.

"Ainda que os dados indiquem uma situação preocupante, o cenário na Colômbia se mostra propício para uma solução sustentável a partir da transição de uma estratégia centrada nos cultivos para uma focada na transformação dos territórios e comunidades", disse o UNODC.

O órgão da ONU também destacou que começa a se consolidar um panorama de confiança entre o governo e as comunidades para a construção conjunta de soluções sustentáveis.

O UNODC afirma que, nesse sentido, serão necessárias ações integrais para enfrentar os negócios ilícitos e o crime organizando, permitindo que os produtores tomem decisões "livres de pressão" de grupos armados à margem da lei, especialmente depois da assinatura do acordo de paz com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos