Turquia bombardeia zonas controladas por facção curdas no norte da Síria

Cairo, 15 jul (EFE). - O Exército turco bombardeou neste sábado zonas no noroeste da cidade de Aleppo, no norte da Síria, que estão sob o controle milícias curdas, informaram o Observatório Sírio de Direitos Humanos e os curdos.

O bombardeio aconteceu nos povoados de Qatmah e Qestel Cindo, uma área rural perto da localidade de Afrin, situada ao noroeste de Aleppo e que se encontra sob o controle da facção curdo-síria Unidades de Proteção do Povo (YPG).

Segundo fontes civis, citadas pelo Observatório, o ataque causou um número indeterminado de feridos e danificou casas e plantações dos moradores de Afrin. Em um comunicado, as YPG afirmaram que mataram três soldados turcos e feriram outros quatro nos combates que se sucederam ao ataque de artilharia.

Em 10 de julho, pelo menos duas pessoas morreram e várias ficaram feridas por disparos da artilharia turca contra várias zonas em poder das Forças Democrática da Síria (FDS), uma aliança armada liderada por milícias curdas na qual estão integradas as YPG, no norte da província de Aleppo.

Há dez dias, milhares de pessoas se manifestaram em Afrin, um das principais cidades curdas da Síria, contra a intervenção militar turca em Alepo.

Atualmente, as FDS fazem uma ofensiva à cidade de Al Raqqa, o principal reduto do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) na Síria, com o apoio dos aviões da coalizão internacional, encabeçada pelos Estados Unidos, que também mandou efetivos especiais.

O componente mais importante das FSD são as YPG, considerada terrorista pelo governo turco pela vinculação com o Partido dos Trabalhadores do Curdistão (PKK). O vice-primeiro ministro e porta-voz do governo da Turquia, Numan Kurtulmus, sustentou que os recentes ataques do seu Exército contra posições das milícias curdo-sírias são represálias legítimas a ações anteriores.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos