Jornalista dos EUA desaparecido na R.D. do Congo após ataque é encontrado

Kinshasa, 16 jul (EFE).- Um jornalista americano que estava perdido na selva de Mambasa, na República Democrática do Congo, após um ataque rebelde, foi encontrado são e salvo, informou neste domingo a rádio "Okapi", uma emissora patrocinada pela ONU.

O jornalista estava desaparecido desde a última sexta-feira, depois que um comando do grupo rebelde Mai Mai lançou um ataque contra uma expedição da qual faziam parte outros dois repórteres, cujas nacionalidades não foram divulgadas, que conseguiram fugir e foram encontrados no mesmo dia.

No ataque, quatro dos guardas florestais que guiavam e faziam a segurança da expedição morreram.

Os Mai Mai lutam para expulsar as Forças Democráticas para a Libertação de Ruanda (FDLR), que há anos controlam a região.

As FDLR, integradas por membros do antigo exército de Ruanda e da milícia hutu ruandesa "Interahamwe", responsáveis pelo genocídio de 1994 nesse país, estão foragidas na República Democrática do Congo e semeiam o terror entre a população civil com constantes assassinatos, em uma região rica em minerais e recursos naturais.

O nordeste da República Democrática do Congo vive anos de um longo conflito entre numerosos grupos rebeldes, que semeiam o terror diariamente entre a população local apesar da presença do exército congolês e das forças da Missão das Nações Unidas (Monusco) no país. EFE

py-jmc/rpr

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos