Ministério Público identifica opositora morta em ataque armado em Caracas

Caracas, 16 jul (EFE). - O Ministério Público da Venezuela identificou como Xiomara Escot a mulher que morreu neste domingo na zona oeste de Caracas em um ataque a tiros de um grupo armado em frente a um centro de votação da consulta popular opositora sobre o processo da Assembleia Constituinte na Venezuela.

"À tarde, as vítimas caminhavam pela avenida, especificamente altura da Igreja El Carmen, onde acontecia uma concentração, quando supostamente um grupo de motoqueiros armados disparou contra as pessoas que estavam no local", informou o órgão em comunicado.

Segundo a nota oficial, a vítima tinha 61 anos e era enfermeira. A ação também deixou três pessoas feridas.

O falecimento foi confirmado também pelo ministro de Interior, Néstor Reverol, que disse que os feridos foram levados ao Hospital Periférico de Catia.

"O diretor do CICPC (polícia científica) está no local do crime com uma comissão especial da Divisão de Homicídios dirigindo a investigação", escreveu Reverol no Twitter.

A oposição tinha informado da morte de duas pessoas durante o ataque de um grupo que se identificou como chavista. Organizadores da votação disseram à Agência Efe que o grupo abriu fogo contra a multidão na porta de um centro de votação em Catia.

Este foi o caso de maior gravidade reportado até o momento no plebiscito promovido pela oposição para perguntar aos venezuelanos se rejeitam ou aprovam a Assembleia Nacional Constituinte impulsionada pelo presidente Nicolás Maduro para modificar a Carta Magna. A consulta dos opositores acontece enquanto os chavistas e o Poder Eleitoral fazem um ensaio de votação para a eleição dessa Assembleia Constituinte, prevista para dia 30 deste mês.

Com essa morte, já são 95 os óbitos registradas desde que as manifestações contrárias e favoráveis ao governo começaram, há cerca de 100 dias.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos