Morre palestino abatido durante operação de detenção israelense

Jerusalém, 16 jul (EFE).- Um palestino morreu neste domingo abatido a tiros por forças israelenses quando tentavam detê-lo na localidade cisjordaniana de Nabi Saleh, no noroeste de Ramala, informou o Exército em um comunicado.

Amar Akhmad Halil, de 34 anos e originário de Nabi Saleh, morreu durante uma operação conjunta realizada pelo Exército, a agência de Inteligência e a Polícia israelense para detê-lo, ao ser considerado responsável por "abrir fogo em Ateret e Nabi Saleh em dois incidentes separados no sábado", segundo a nota.

"As forças encontraram o suspeito, que tentou abrir fogo contra eles. Em resposta à ameaça imediata, dispararam contra o agressor, o que provocou sua morte", acrescentou o comunicado.

Além disso, outra pessoa que foi detida ficou ferida.

Segundo as fontes israelenses, Halil tinha participado do fato no começo do sábado, quando "agressores palestinos dispararam contra um veículo" perto do assentamento judeu de Ateret, na Cisjordânia ocupada, ferindo levemente um civil.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos