Oposição venezuelana afirma que participação em referendo supera o esperado

Caracas, 16 jul (EFE). - O vice-presidente do Parlamento da Venezuela, o opositor Freddy Guevara, assegurou neste domingo que a participação na consulta popular da oposição contra a Assembleia Nacional Constituinte supera o esperado a apenas três horas do início do processo.

"Vamos tentar ver em quais lugares a afluência foi mais alta para levarmos material de lá para outros lugares onde foi média. Em nenhum lugar a presença foi baixa, não há um só lugar que possamos dizer que a movimentação esteja abaixo do esperado", disse ele, no centro de operações em Caracas.

Guevara apontou que há pontos de consulta que tiveram entre 10% e 20% mais participação do que o esperado e que farão todo o possível para que "este fluxo possa continuar e não atrasar". Ele destacou que o processo foi "muito rápido" e que, em médiam as pessoas ficam na fila de 10 a 15 minutos.

"Isto reflete como o povo é mais eficiente do que uma instituição que em tese tem todo o dinheiro e que gastou milhões de dólares em maquininhas (equipamentos de votação)", disse, em referência ao Conselho Nacional Eleitoral (CNE) venezuelano.

Ainda segundo o vice-presidente do Parlamento, os resultados serão divulgados "muito mais rápido" do o habitual em um processo participativo ou eleitoral no país.

Mais cedo, o presidente da Assembleia Nacional (AN, Parlamento), o opositor Julio Borges, indicou que os 2.030 centros de votação habilitados para a consulta popular estavam plenamente operantes e que só quatro precisaram ser remanejados, mas não explicou os motivos.

O plebiscito opositor acontece sem a aprovação do Poder Eleitoral e quer saber a opinião dos venezuelanos sobre a Constituição promovida pelo presidente Nicolás Maduro. Este processo acontece paralelamente a uma simulação eleitoral convocada pela CNE como teste para a Constituinte marcada para o próximo dia 30.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos