Maduro chama Santos de traidor e o acusa de ter "destroçado" a Colômbia

Caracas, 18 jul (EFE).- O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, chamou nesta terça-feira o presidente da Colômbia, Juan Manuel Santos, de traidor e o acusou de ter "destroçado" a vida no país vizinho, uma resposta ao pedido de Santos para que Maduro suspendesse a convocação de uma Assembleia Constituinte.

"Ele está fazendo um papel realmente terrível na história e ficará marcado. Será por muitos e muitos séculos um traidor", disse Maduro durante um pronunciamento transmitido pela TV e rádio.

Para Maduro, o governo de Santos deixou como saldo o "maior desastre já ocorrido na Colômbia". Segundo o presidente da Venezuela, essa opinião é compartilhada por todas as forças políticas do país vizinho e "por todo o mundo".

"Então Santos opina como se governasse a Venezuela. Não governa nem a Colômbia. Destroçou a vida social, política, moral e econômica da Colômbia. (...) Se acha presidente da Venezuela. Jamais um oligarca de Bogotá dará ordens ou governará a pátria de Simón Bolívar", prosseguiu Maduro.

O presidente da Venezuela rebateu as críticas de Santos sobre a Assembleia Nacional Constituinte marcada para ocorrer no dia 30 de julho e reiterou a tese de que o acordo de paz entre o governo colombiano e as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc) só ocorreram por gestões feitas pelo chavismo.

"Mãos fora da Venezuela! Vá para casa, Juan Manuel Santos", concluiu o líder chavista.

Santos pediu ontem que Maduro desistisse da ideia da Assembleia Constituinte depois do resultado do plebiscito convocado pela oposição no domingo. Segundo os organizadores, 7,5 milhões de venezuelanos votaram contra a possibilidade de mudar a Carta Magna do país, como defende Maduro.

Vários governos da região, incluindo o Brasil, fizeram o mesmo pedido a Maduro. Os Estados Unidos, por sua vez, ameaçaram aplicar fortes sanções à Venezuela se o presidente do país insistir na convocação da Assembleia Constituinte.

Por esse motivo, Maduro ativou hoje o Conselho de Defesa da Nação para preparar ações contra essa "ameaça imperial" dos EUA.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos