Mais dois republicanos rejeitam reforma de saúde de Donald Trump

Washington, 17 jul (EFE).- A nova proposta de lei da saúde proposta pelo governo dos Estados Unidos ficou nesta segunda-feira sem possibilidades aparentes de progredir no Senado depois que outros dois legisladores republicanos anunciassem sua oposição ao texto, deixando em minoria a bancada conservadora.

Os senadores que anunciaram hoje a sua oposição à proposta são Mike Lee e Jerry Moran, que desta forma se uniram a Susan Collins e Rand Paul como os quatro republicanos que viraram as costas ao texto com o qual o governo de Donald Trump pretendia desmontar e substituir o Obamacare, a reforma da saúde de Barack Obama.

Além dos quatro republicanos, há uma dezena que tinha mostrado dúvidas sobre a nova proposta, como Ron Johnson.

Os anúncios de Lee e Moran chegam depois que a liderança republicana no Senado decidisse adiar sua votação, prevista para esta semana, por conta da ausência do senador John McCain, que se recupera de uma cirurgia no olho.

Com a oposição dos quatro republicanos e os 48 senadores democratas unidos em bloco em contra a revogação do Obamacare, os votos favoráveis à nova proposta ficariam abaixo dos 50 necessários.

Esta é a segunda proposta que os republicanos levavam à Câmara alta, depois que a oposição dos seus senadores mais conservadores e mais moderados forçasse retirar, no mês de junho, a primeira versão.

Da mesma forma que a anterior, a lei contemplava cortes pesados para o acesso ao programa de saúde aos mais pobres, conhecido como Medicaid, algo rejeitado pelos senadores republicanos mais centristas.

A nova versão proporcionava aproximadamente US$ 70 bilhões em fundos adicionais aos estados que poderiam usar para ajudar a reduzir os prêmios dos seguros médicos, diminuir os custos e fazer que o cuidado com a saúde seja mais acessível.

Segundo estudos independentes do Escritório de Orçamento do Congresso, entre 22 e 24 milhões de pessoas perderiam seus planos de saúde nos próximos dez anos com as propostas dos republicanos.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos