Sudão do Sul impõe estado de emergência em 4 estados após roubo de vacas

Juba, 18 jul (EFE).- O presidente do Sudão do Sul, Salva Kiir, impôs nesta terça-feira o estado de emergência em quatros estados situados no noroeste do país depois de vários confrontos violentos devido ao roubo de vacas.

O decreto presidencial, divulgado hoje pela emissora de televisão estatal, detalhou que o estado de exceção durará três meses nos estados de Gogrial, Tonj, Wau e Awiel East.

Nestas áreas ocorreram, nos últimos meses, vários choques violentos entre pastores e camponeses das tribos locais que vivem na região.

A guerra no Sudão do Sul explodiu em dezembro de 2013 entre as forças leais a Kiir, de etnia dinka, e Riek Machar, da tribo nuer, e provocou um conflito de fundo étnico.

Apesar de ambas partes terem assinado um acordo de paz em agosto de 2015, o conflito foi retomado em julho de 2016, deixando milhares de mortos e milhões de deslocados.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos