Cuba será sede do 24º Encontro do Foro de São Paulo

Manágua, 19 jul (EFE).- Cuba será a sede do 24º Encontro do Foro de São Paulo, previsto para 2018, segundo informou nesta quarta-feira o governo da Nicarágua.

A decisão foi tomada pelos 300 participantes do 23º Encontro do Foro de São Paulo, cujas reuniões terminaram ontem em Manágua, anunciou a presidência nicaraguense através da imprensa oficial.

O secretário do Departamento de Relações Internacionais do Comitê Central do Partido Comunista de Cuba, José Ramón Balaguer, qualificou como "grande honra" a decisão tomada pelos membros do Foro de São Paulo, segundo a informação oficial.

Será a terceira vez que Havana receberá o Foro de São Paulo, após as reuniões de 1993 e 2001.

O 23º Encontro do Foro de São Paulo foi realizado em um hotel de Manágua durante quatro dias, com representantes de 18 partidos políticos de esquerda de 26 países da América Latina.

No mesmo, os participantes decidiram oferecer "acompanhamento eleitoral" ao processo da Assembleia Constituinte na Venezuela, defender o processo de negociação da paz na Colômbia, apoiar o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva após sua condenação, e rejeitar o bloqueio econômico dos Estados Unidos sobre Cuba.

Do encontro em Manágua participaram representantes da esquerda de Brasil, Argentina, Aruba, Barbados, Bolívia, Chile, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Curaçao, Equador, El Salvador, Guatemala, Haiti, Honduras, Martinica, México, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Porto Rico, República Dominicana, Trinidad e Tobago, Uruguai e Venezuela.

O Foro de São Paulo é um grupo de combinação política fundado por iniciativa de Lula e do falecido ex-presidente cubano Fidel Castro, em 1990.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos