Ex-chefe de campanha de Trump é investigado por lavagem de dinheiro

Nova York, 20 jul (EFE).- Paul Manafort, ex-chefe de campanha eleitoral do agora presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, está sendo investigado por lavagem de dinheiro, informou nesta quinta-feira o "The Wall Street Journal".

Uma pessoa com conhecimento do caso disse ao "Journal" que a investigação está sendo comandada por Robert Mueller, promotor especial para apurar a possível interferência da Rússia e as relações com a equipe de Trump nas eleições de novembro.

De acordo com o jornal, as investigações sobre a possível lavagem de dinheiro de Manafort começaram há várias semanas. Ele foi chefe da campanha eleitoral de Trump durante três meses.

O "Journal" indicou, além disso, que os comitês de inteligência do Senado e da Câmara de Representantes estão analisando a possibilidade de Manafort ter cometido o crime.

Manafort trabalhou durante vários anos para um partido pró-Rússia na Ucrânia. A imprensa americana divulgou relatórios que citam dívidas contraídas por ele de dezenas de milhões de dólares na última década.

O "Journal" também indicou que o Comitê de Inteligência do Senado recebeu relatórios do Departamento do Tesouro sobre transações internacionais para investigar se os negócios de Trump têm vínculos financeiros com os interesses russos.

O jornal lembra que Trump já negou essa possibilidade.

Em uma entrevista ao "The New York Times" ontem, Trump disse que Mueller deve se limitar a investigar a interferência da Rússia nas eleições por não ter mandato para investigar as finanças de sua família.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos