Merkel defende medidas adotadas contra Turquia como "indispensáveis"

Berlim, 20 jul (EFE).- A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, defendeu nesta quinta-feira como "indispensáveis" as medidas adotadas pelo seu Governo contra a Turquia, desde o endurecimento das advertências aos viajantes, até a revisão das ajudas que recebe da União Europeia (UE), após meses de crescentes tensões bilaterais.

"As medidas anunciadas pelo ministro de Exteriores para a Turquia são necessárias e imprescindíveis, tendo em vista a situação", afirmou a chanceler, em mensagem transmitida pela conta no Twitter de seu porta-voz, Steffen Seibert.

Ele se referiu assim às decisões anunciadas horas antes pelo titular de Exteriores, Sigmar Gabriel, que falam de uma "revisão" das suas relações com Ancara.

O ministro tinha antecipado que tais medidas tinham sido adotadas de forma pactuada tanto com Merkel como com o líder social democrata Martin Schulz, como representantes das legendas que integram a grande coalizão de Governo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos