Ministério Público confirma duas mortes durante greve opositora na Venezuela

Caracas, 20 jul (EFE).- O Ministério Público (MP) da Venezuela informou nesta quinta-feira a morte de um jovem em uma manifestação no estado do Carabobo (centro-norte), onde outras 6 pessoas ficaram feridas, o que eleva para dois o número de mortos durante a greve convocada para hoje pela oposição e a 98 desde o início da onda de protestos no país.

A informação surge minutos após ser confirmada a morte de outro jovem de 24 anos no estado Miranda.

"O promotor do Carabobo investiga a morte de Andrés Uzcátegui (23) e seis feridos durante uma manifestação em La Isabelica", apontou o MP no Twitter.

Segundo o deputado opositor Marco Bozo, Uzcátegui recebeu um "disparo no peito" por parte da Guarda Nacional Bolivariana (GNB, polícia militarizada), no entanto, o MP não mencionou a causa da morte do jovem.

Por sua vez, o deputado Alfonso Marquina informou que em Cabudare, no estado Lara, "grupos paramilitares armados abriram fogo contra casas", e que em outras regiões próximas os manifestantes são "brutalmente atacados" pelas forças de segurança.

"Vários feridos a bala e bombas (de gás lacrimogêneo) em diferentes setores de Barquisimeto e Cabudare", destacou no Twitter.

Previamente, o MP confirmou a morte de Ronney Tejera, um jovem de 24 anos que foi ferido por arma de fogo em uma manifestação em Miranda, um "ato irregular" no qual também ficaram feridas outras três pessoas.

A oposição venezuelana convocou para esta quinta-feira uma greve de 24h e convidou as pessoas a bloquear as ruas e impedir a mobilidade normal no país.

Em alguns destes bloqueios houve enfrentamentos entre as forças da ordem e os manifestantes, tanto em Caracas como em algumas localidades do interior do país.

Esta greve geral faz parte da agenda de manifestações contra a convocação do presidente Nicolás Maduro de uma Assembleia Nacional Constituinte, processo que a oposição considera que consolidará uma ditadura na Venezuela.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos