Turquia rejeita "ameaça" da Alemanha de bloquear fundos europeus

Istambul, 20 jul (EFE).- Ancara rechaçou nesta quinta-feira o que qualificou como "ameaças" de Berlim à Turquia, dentre outros de bloquear os fundos da União Europeia (UE) destinados ao país, algo que qualificou de "incoerente".

"As declarações do ministro de Exteriores alemão, Sigmar Gabriel, feitas hoje, são inaceitáveis e exemplo de uma postura retorcida e unilateral", declarou o Ministério de Exteriores turco em comunicado.

"Por não ser permitido interferir na Justiça turca, Gabriel usou expressões de ameaça como endurecer as advertências para viagens para a Turquia, opor-se à atualização da unidade aduaneira, não apoiar os investimentos ou revisar os fundos da UE para a adesão da Turquia", resumiu o texto.

A nota destacou que "falar de fundos europeus é uma postura incoerente quando a União Europeia até hoje nem sequer cumpriu totalmente com suas promessas no marco dos Acordos de 18 de Março".

Neste contexto se refere ao acordo sobre refugiados, pelos quais a Turquia se comprometeu a aceitar de volta os imigrantes ilegais que chegam às ilhas gregas vindos de seu território.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos