Sobe para 2 o número de palestinos mortos em distúrbios em Jerusalém

Jerusalém, 21 jul (EFE).- Pelo menos dois palestinos morreram e mais de 200 pessoas ficaram feridas em enfrentamentos em Jerusalém Oriental e na Cisjordânia pelos protestos de muçulmanos contra as medidas de segurança impostas por Israel em torno da Esplanada das Mesquitas, informaram à Agência Efe fontes médicas.

Mohamed Setiani, porta-voz do Crescente Vermelho, o equivalente muçulmano da Cruz Vermelha, confirmou à Efe as duas mortes e identificou uma das vítimas como Mohamad Sharaf, um jovem de 18 anos morador do bairro de Ras al Amoud, que foi atingido por um tiro no pescoço.

A segunda vítima foi identificada pelo jornal israelense "Haaretz" como Mohamad Hassan Abu Ganem, de 19 anos, morto em enfrentamentos registrados no bairro de Al Tur.

O enorme fluxo de fiéis muçulmanos nas imediações da Esplanada das Mesquitas acabou derivando em incidentes violentos nas últimas horas.

A Efe presenciou perto das muralhas ações policiais e detenções de fiéis que, ao terminarem a reza nas ruas, lançaram garrafas contra os agentes que impediam o acesso à cidadela, onde só era permitida a passagem pelos pontos mais próximos da Esplanada aos homens maiores de 50 anos e às mulheres.

Os distúrbios se repetiram em diferentes bairros do leste de Jerusalém (território ocupado) e em vários pontos da Cisjordânia, entre eles nas localidades de Qalandia, Hebron, Belém e Tulkarem.

O Crescente Vermelho atendeu pelo menos 200 feridos, a maioria com lesões leves e cerca de dez com ferimentos gravidade.

Por volta do meio-dia, milhares de muçulmanos se reuniram nos arredores da Esplanada em rejeição à instalação de detectores de metais por Israel após o ataque cometido no dia 14 por três árabes-israelenses, que assassinaram dois policiais israelenses e depois foram abatidos pelas forças de segurança.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos