Filho do líder dos talibãs morre em ataque suicida no Afeganistão

Cabul, 22 jul (EFE).- O filho do líder dos talibãs morreu na última quinta-feira ao realizar um atentado suicida com carro-bomba contra as forças de segurança do Afeganistão, informou neste sábado à Agência Efe o porta-voz talibã, Zabihullah Mujahid.

O filho do mulá Haibatullah, o jovem Abdul Rahman, conhecido como Hafiz Badri, foi um dos três terroristas suicidas que morreram nos três ataques com carro-bomba em vários postos de segurança das forças afegãs no distrito de Gereshk, na província de Helmand, indicou o porta-voz.

Os insurgentes efetuaram na quinta-feira três atentados com carro-bomba neste distrito e lançaram ataques coordenados contra as forças afegãs, mas foram detidos com apoio aéreo dos Estados Unidos e a chegada de reforços após dois dias de intensos combates.

Segundo o porta-voz do governador de Helmand, Omar Zwak, entre quinta e sexta-feira 67 talibãs morreram e outros 80 ficaram feridos nos enfrentamentos na região, onde as tropas afegãs recuperaram o controle de três importantes áreas do distrito.

O mulá Haibatullah se tornou líder dos talibãs no ano passado, depois que seu predecessor, o mulá Mansour, morreu em um ataque dos EUA em maio de 2016.

Desde o fim da missão de combate da OTAN em janeiro de 2015, os insurgentes ganharam terreno em diversas partes do Afeganistão e na atualidade controlam, têm influência ou disputam com o governo pelo menos 43% do território afegão, segundo dados de Washington.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos