Hezbolah anuncia morte de 46 jihadistas e mais avanços no norte do Líbano

Beirute, 23 jul (EFE).- O grupo xiita libanês Hezbolah anunciou neste domingo a morte de 46 combatentes do antigo braço da Al Qaeda na Síria na sua ofensiva contra combatentes jihadistas na região de Arsal, no nordeste do Líbano, onde recuperou o vale do Uwaini.

Segundo divulgou o grupo através do seu Centro de Informação de Guerra, o vale do Uwaini era um "importante centro" do Organismo de Liberdade do Levante (aliança do ex-braço da Al Qaeda), ao que o hezbolah sempre menciona usando o seu antigo nome de Frente ao Nusra.

Além disso, os combatentes do grupo, que lutam com o apoio das forças leais ao presidente sírio, Bachar al Assad, tomaram o cume do monte de Shaba al Qala, no leste de Arsal e situada a 2.350 metros de altitude.

Dali, os milicianos do grupo xiita impuseram o "controle armado" dos vales de Al Dib e Al Rihan, segundo o centro de informação na sua página do Facebook.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos