Hezbollah recupera 64% do território ocupado por jihadistas no Líbano

Beirute, 23 jul (EFE).- A milícia libanesa Hezbollah anunciou neste domingo que "libertou" 64% das áreas que eram controladas pela Organização pela Liberdade do Levante (antiga Frente Al Nusra) nas montanhas de Arsal, no nordeste do Líbano, após dois dias de combates.

Em um comunicado divulgado pelo seu Centro de Informação de Guerra, a milícia xiita também assegurou que o exército sírio, por sua parte, recuperou 66% da área que era ocupada pelos jihadistas nos montes de Al Qalamun, na Síria,

O Hezbollah e as forças de segurança leais ao governo sírio começaram esta sexta-feira uma ofensiva para "libertar da presença de terroristas" as montanhas de Arsal, no lado libanês da fronteira, e os contíguos montes de Al Qalamun, na parte síria.

Antes que começassem as hostilidades, os jihadistas controlavam 90 quilômetros quadrados em áreas montanhosas do nordeste do Líbano e outros 35 quilômetros quadrados na área de Al Qalamun, no lado sírio, segundo a milícia.

O grupo xiita libanês assegurou esta manhã que tinha recuperado o vale de Uwaini, bem como o cume do monte de Shaba al Qala, no leste de Arsal e situado a 2.350 metros de altitude.

Por outra parte, o grupo apontou que em Falita, na área síria dos montes de Al Qalamun, as forças leais a Damasco mataram 23 jihadistas.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos