Liga Árabe convoca reunião urgente para discutir situação em Jerusalém

Cairo, 23 jul (EFE).- A Liga Árabe convocou neste domingo uma reunião urgente de ministros de Relações Exteriores para o próximo dia 26 de julho para discutir a escalada das tensões na Cidade Velha de Jerusalém.

A convocação foi proposta pela Jordânia para abordar "as agressões e últimas medidas israelenses em Jerusalém e na esplanada da mesquita de Al Aqsa", afirmou o porta-voz da Secretaria Geral da entidade pan-árabe, Mahmoud Afifi.

Quatro palestinos e três israelenses morreram nos últimos dois dias em meio aos protestos contra as novas medidas de segurança imposta por Israel em torno da Esplanada das Mesquitas, após o ataque do dia 14 em que morreram dois policiais e os seus três agressores.

"Jerusalém é uma linha vermelha que os árabes e os muçulmanos não permitem que seja tocada", disse hoje o secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Abulgueit, em um comunicado.

Abulgueit reforçou que, com as medidas de segurança, Israel "tenta impor uma nova realidade em Jerusalém e na Esplanada das Mesquitas".

"Todos conhecem a profundidade e os perigos dos planos israelenses há anos de judaizar a cidade de Jerusalém", disse o dirigente árabe.

O secretário-geral insistiu ainda em sua rejeição de "mudar a situação atual na Cidade Velha de Jerusalém "e acrescentou que a comunidade internacional, com os Estados Unidos à frente, tem a responsabilidade de pressionar o governo israelense para que mantenha o statu quo.

Receba notícias do UOL. É grátis!

Facebook Messenger

As principais notícias do dia pelo chatbot do UOL para o Facebook Messenger

Começar agora

Newsletter UOL

Receba por e-mail as principais notícias, de manhã e de noite, sem pagar nada. É só deixar seu e-mail e pronto!

UOL Cursos Online

Todos os cursos